Publicado em por em CRM Agronegócio, Gestão Agrícola

SaaS: o que é e como está impactando o Agronegócio

A busca por melhorias em seus serviços é algo constante para as empresas atuais. Entre a procura por tecnologias que ajudem no processo, o SaaS, software baseado em nuvem, está entre as áreas de investimento mais emergentes.

O motivo se dá pela praticidade da implementação e facilidade do seu uso, sem que seja necessário instalações complexas, oferecendo assim um sistema mais flexível e acessível para qualquer negócio.

No entanto, ainda existem muitas dúvidas em torno do modelo SaaS, já que muitas empresas ainda são resistentes às soluções mais comuns e tradicionais do mercado.

Então, neste artigo, vamos explorar o que é SaaS, como ele funciona, quais são as suas vantagens, e como ele pode para melhorar os negócios agrícolas.

O que é SaaS?

SaaS (ou software as a service) é um modelo de software em que os aplicativos são fornecidos por meio da Internet, como um serviço. Esses aplicativos também podem ser referidos como software baseado na Web, sob demanda ou hospedado.

O SaaS permite o acesso e uso dos aplicativos sem a necessidade de instalação. Em vez disso, o software é executado em servidores fornecidos pelo provedor SaaS, que gerencia todos os aspectos de segurança, disponibilidade e desempenho da solução.

Com esse modelo também não é necessário atualizar hardwares ou softwares. Em vez disso, os usuários simplesmente precisam de uma conexão com a Internet para acessar os aplicativos em nuvem.

Dessa forma, a manutenção e atualização são de responsabilidade do provedor SaaS, permitindo que as empresas se concentrem em suas próprias operações, sem precisar dedicar tempo e recursos para gerenciar a infraestrutura de TI necessária para o software.

Armazenamento em nuvem

A nuvem é um termo que se refere a uma rede de servidores remotos que são hospedados na Internet e usados para armazenar, gerenciar e processar dados, bem como para fornecer serviços e aplicativos pela rede.

O armazenamento em nuvem permite que os usuários acessem seus arquivos e dados de qualquer lugar, a qualquer hora, desde que tenham acesso à Internet.

Como o SaaS funciona?

O SaaS viabiliza o uso de softwares através da internet, em vez de instalá-los localmente nos computadores dos usuários.

Em um modelo SaaS típico, o provedor de serviços gerencia todo o hardware, software, armazenamento e segurança necessários para a funcionamento, permitindo que os usuários acessem o software pela Internet usando um navegador da web ou um aplicativo móvel.

O provedor de serviços geralmente cobra uma taxa de assinatura mensal ou anual, com base no número de usuários ou recursos usados.

Os aplicativos SaaS exigem pouco ou nenhum gerenciamento e nenhuma manutenção do cliente.

Além disso, o provedor também é responsável por:

  • Aplicar correções de recursos e patches de segurança para garantir que o software esteja sempre atualizado e seguro;
  • Fazer o provisionamento, gerenciamento e manutenção de todos os servidores, equipamentos de rede, hardware de armazenamento e software operacional necessários para executar o aplicativo;
  • Oferecer a infraestrutura necessária;
  • Fazer o backup de dados;
  • Atender aos padrões de desempenho;
  • Proteger os dados dos usuários.

Muitos fornecedores também oferecem uma interface de programação de aplicativo (API),onde seus clientes podem usar para integrar o aplicativo SaaS com outro ou com aplicativos de software tradicionais.

Arquitetura SaaS

Os aplicativos e serviços SaaS geralmente usam uma abordagem multilocatária, o que significa que uma única instância do aplicativo SaaS é executada nos servidores que o hospedam e atenderá a cada cliente assinante ou locatário da nuvem.

Embora diferentes clientes assinantes sejam executados na mesma instância de nuvem com uma infraestrutura e plataforma comuns, os dados de diferentes clientes ainda serão separados. Isso significa que cada cliente terá acesso somente aos seus próprios dados.

A arquitetura multilocatária típica dos aplicativos SaaS permite que o provedor de serviços em nuvem gerencie a manutenção, atualizações e correções de bugs de forma mais rápida, fácil e eficiente.

Em vez de implementar alterações em várias instâncias, os engenheiros podem fazer as alterações necessárias para todos os clientes, de uma única vez, mantendo uma a instância compartilhada.

Isso economiza tempo e esforço do provedor de serviços e garante que todos os clientes estejam executando a mesma versão do software.

Além disso, a multilocação permite mais recursos estejam disponíveis para um sem comprometer funções importantes da nuvem, como segurança, velocidade e privacidade.

Conheça o Clover CRM

Quais as vantagens de uma plataforma SaaS?

O SaaS oferece uma variedade de vantagens em relação aos modelos tradicionais de licenciamento de software.

Acesso a novos recursos e versões com mais rapidez

Os provedores de SaaS geralmente atualizam recursos e adicionam funcionalidades várias vezes por semana. Eles podem até atualizar a interface e a experiência do usuário sem interromper o trabalho dos clientes.

Custos mais baixos

O modelo SaaS oferece uma série de vantagens em termos de economia de custos, pois permite que pequenas e médias empresas tenham acesso a softwares que de outra forma seriam muito caros para adquirir através do licenciamento tradicional.

Acessibilidade e flexibilidade

O SaaS é uma ótima solução para o trabalho remoto, pois oferece a possibilidade de acessar aplicativos e dados de qualquer lugar, através de dispositivo com conexão à internet, o que permite aos funcionários trabalhar de forma flexível e colaborativa.

Como todos os dados e aplicativos estão armazenados na nuvem, os usuários podem acessá-los com segurança e confiabilidade, sem se preocupar com a perda de informações em caso de falhas de hardware.

Integrações com outros aplicativos

O SaaS tem a capacidade de integrar diferente aplicativos ou serviços, criando uma experiência de usuário mais unificada e simplificada, melhorando a eficiência e produtividade do trabalho.

Isso permite que as empresas personalizem e estendam a funcionalidade de seus aplicativos, além de simplificar o processo de gerenciamento de diferentes plataformas e serviços em uma única interface.

Quais são os custos do SaaS?

Os custos do SaaS podem variar dependendo do fornecedor e do tipo de serviço que está sendo fornecido.

Geralmente, o SaaS é considerado uma solução de ótimo custo-benefício, pois os usuários pagam apenas pelo uso do software, por meio de uma assinatura mensal ou anual.

Dessa forma, os custos podem incluir:

  1. Taxa de assinatura: Os usuários geralmente pagam uma taxa de assinatura mensal ou anual para usar o software.
  2. Custos de migração: Alguns fornecedores podem cobrar uma taxa para ajudar os usuários a migrar seus dados e aplicativos para o ambiente do SaaS.
  3. Custos de personalização: Se os usuários precisarem de recursos adicionais ou personalizações específicas, isso pode envolver custos extras.
  4. Custos de integração: a integração do software com outras plataformas ou serviços também pode envolver custos adicionais.
  5. Custos de suporte: Alguns fornecedores podem oferecer suporte básico incluído no pacote de assinatura ou suporte avançado a um custo adicional.

Exemplos de modelos SaaS

O modelo SaaS é uma opção flexível e versátil que pode ser aplicada em diversos segmentos de atuação. Alguns exemplos que adotam esse modelo de negócio para atender às demandas dos clientes são:

CRM

Plataformas de CRM (Customer Relationship Manager) tem como objetivo centralizar e gerenciar informações relacionadas aos clientes de uma empresa, de forma a estabelecer um relacionamento mais próximo e eficiente com eles.

O CRM pode ser implementado por meio de uma plataforma SaaS, que permite a coleta, armazenamento, análise e utilização de dados sobre os clientes, como histórico de compras, interações com a empresa, preferências e comportamentos de consumo.

Nesse sentido, as empresas podem melhorar o atendimento ao cliente, personalizar suas ofertas de produtos e serviços, identificar novas oportunidades de negócios, fidelizar clientes e, consequentemente, aumentar suas vendas e lucratividade.

ERP

O ERP é um sistema de gestão empresarial que integra todas as áreas de uma empresa em uma única plataforma, permitindo a automação e o controle de processos e operações, desde a produção até a entrega final dos produtos ou serviços.

Com a solução, é possível controlar estoques, fluxo de caixa, faturamento, compras, vendas, produção, recursos humanos, entre outras áreas.

Além disso, o ERP permite a tomada de decisões mais estratégicas, com informações precisas e confiáveis sobre o desempenho da empresa em tempo real.

Streaming

Streaming é uma tecnologia de transmissão de dados pela internet que permite o acesso a conteúdos de áudio, vídeo e outros tipos de mídia em tempo real, sem a necessidade de download prévio.

Para acessar esses conteúdos, basta ter uma conexão de internet estável e um dispositivo compatível, como um smartphone, tablet, computador ou smart TV.

E-learning

Esse modelo de ensino utiliza o meio digital para fornecer conteúdos educacionais de forma online, permitindo que os alunos estudem em qualquer lugar e a qualquer momento, desde que tenham acesso à internet.

O e-learning é muito utilizado em treinamentos corporativos, cursos de capacitação, graduação e pós-graduação a distância, e em diversas outras áreas do conhecimento.

Como o SaaS impacta o setor agrícola?

O SaaS (Software como Serviço) tem impactado positivamente o agronegócio em várias áreas, proporcionando aos produtores rurais e empresas agrícolas novas formas de gerenciar e otimizar seus negócios.

Melhoria da gestão de dados

O SaaS permite que os agricultores coletem, gerenciem e analisem grandes volumes de dados, incluindo informações sobre o clima, solo, safras e vendas.

Isso pode ajudar os agricultores a tomar decisões mais assertivas sobre plantio, irrigação, fertilização e colheita, aumentando a eficiência e produtividade.

Redução de custos

Os agricultores podem utilizar o SaaS para reduzir os custos de produção por meio do gerenciamento eficiente de recursos, incluindo água, energia e insumos agrícolas, aumentando assim, a rentabilidade dos negócios agrícolas.

Melhoria da logística

A solução ajuda a melhorar a logística da cadeia de suprimentos agrícola, incluindo a gestão de estoques, o controle de qualidade e o rastreamento de produtos.

Isso pode contribuir para garantir que os produtos agrícolas cheguem aos mercados e aos consumidores de forma mais rápida e eficiente.

Acesso a informações em tempo real

Permite que os produtores acessem informações em tempo real sobre condições climáticas, preços de commodities e outras informações importantes. Além disso, contribui na tomada de decisões mais assertivas sobre quando e como plantar, colher e vender seus produtos.

Melhoria da comunicação

O SaaS pode ajudar a melhorar a comunicação entre os produtores, empresas agrícolas e outros parceiros da cadeia de suprimentos garantindo que todos estejam trabalhando em conjunto para maximizar a eficiência e produtividade da indústria agrícola.

Gostou do conteúdo? Continue acompanhando nosso blog e as redes sociais!

Conheça o Clover CRM


Publicado por:
Formada em Comunicação Social Audiovisual, pós-graduada em Linguagens e Processos de Realização para o Cinema e Analista de Conteúdo na Aliare.

Solicite demonstração

Preencha com seus dados e nossa equipe entrará em contato com você para agendar uma demonstração.

FECHAR