Publicado em por em CRM Agronegócio, Distribuidor de Insumos

Georreferenciamento de imóveis rurais: entenda para que serve

O georreferenciamento de imóveis rurais é um processo fundamental para o registro e a regularização de propriedades rurais e envolve a identificação e a delimitação precisa das coordenadas geográficas.

Com o avanço das tecnologias de geoprocessamento e sistemas de informações geográficas, tornou-se possível mapear de forma detalhada e precisa as características de um imóvel, como seus limites, áreas de preservação permanente e reservas legais.

Além da importância para a gestão e o planejamento das propriedades, o georreferenciamento é imprescindível para a regularização fundiária e segurança jurídica dos proprietários.

Neste artigo, exploraremos a importância do georreferenciamento de imóveis rurais, abordando seus benefícios que essa prática traz para os proprietários e para o setor agrícola como um todo.

O que é o georreferenciamento de imóveis rurais?

O georreferenciamento de imóveis rurais é um processo técnico que consiste na identificação e delimitação precisa das coordenadas geográficas de uma propriedade rural.

Ele utiliza técnicas de geoprocessamento e cartografia para mapear as características geográficas e estabelecer os limites da propriedade de forma precisa e confiável.

Para realizar o georreferenciamento, são utilizados diversos métodos e tecnologias, como o uso de receptores GPS de alta precisão, levantamentos topográficos, imagens de satélite e sistemas de informações geográficas (SIG).

O processo envolve a coleta de dados sobre a propriedade, como seus marcos geodésicos, confrontantes, divisas e pontos de referência.

Essas informações são processadas e integradas em um sistema de coordenadas geográficas, resultando em um mapeamento georreferenciado do imóvel.

Quais são os objetivos do georreferenciamento de imóveis rurais?

Os objetivos principais do georreferenciamento de imóveis rurais são a identificação correta dos limites da propriedade e a obtenção de informações precisas sobre a área.

Ao estabelecer os limites de forma precisa, o georreferenciamento evita sobreposições ou disputas territoriais, contribuindo para a segurança jurídica dos proprietários.

Além disso, ele fornece informações detalhadas sobre a área da propriedade, como sua extensão, áreas de preservação permanente e reservas legais, auxiliando na gestão eficiente do imóvel e no cumprimento das obrigações legais e ambientais.

Outros objetivos incluem a regularização fundiária, permitindo que os proprietários obtenham o registro legal de suas propriedades, e a valorização do imóvel, já que o certificado confere credibilidade e segurança aos potenciais compradores.

O georreferenciamento é fundamental para o acesso a financiamentos e créditos rurais, uma vez que as instituições financeiras geralmente exigem a certificação do imóvel para conceder tais benefícios.

Lei do georreferenciamento de imóveis rurais

No Brasil, a obrigatoriedade do georreferenciamento de imóveis rurais é estabelecida pela Lei nº 10.267/2001, que dispõe sobre a regularização fundiária rural

Além disso, o Decreto nº 4.449/2002 regulamenta o georreferenciamento de imóveis rurais, estabelecendo as diretrizes e procedimentos para sua realização.

De acordo com a legislação brasileira, o georreferenciamento é obrigatório para imóveis rurais que serão objeto de desmembramento, parcelamento, remembramento ou transferência de domínio.

Também é exigido para a concessão de financiamentos e créditos rurais, bem como para a obtenção do Certificado de Cadastro de Imóvel Rural (CCIR),documento necessário para comprovar a regularidade da propriedade.

Conheça o Clover CRM

Prazos e consequências legais para a regularização das propriedades rurais

Os prazos e as consequências legais para a regularização das propriedades rurais podem variar de acordo com a legislação vigente e as determinações dos órgãos competentes.

No caso do georreferenciamento, é importante observar os prazos estabelecidos pela legislação para evitar possíveis penalidades.

A não realização do georreferenciamento dentro dos prazos estabelecidos pode acarretar consequências legais, como:

  • Impossibilidade de realizar transações imobiliárias;
  • Restrições no acesso a financiamentos e créditos rurais;
  • Possíveis autuações e multas por parte dos órgãos fiscalizadores.

É fundamental que os proprietários de imóveis rurais estejam atentos à obrigatoriedade do georreferenciamento e aos prazos estabelecidos pela legislação.

A regularização fundiária por meio do georreferenciamento é essencial para garantir a segurança jurídica, a valorização do imóvel e o cumprimento das obrigações legais e ambientais, contribuindo para a sustentabilidade e o desenvolvimento do setor agrícola.

Benefícios do georreferenciamento de imóveis rurais

O georreferenciamento rural oferece uma série de benefícios para os proprietários e para o setor agrícola como um todo. Alguns dos principais benefícios incluem:

1. Segurança jurídica

O georreferenciamento de imóveis rurais proporciona segurança jurídica aos proprietários, garantindo a proteção de seus direitos de propriedade.

Ao estabelecer os limites da propriedade de forma precisa e confiável, evita-se sobreposições e conflitos territoriais com áreas vizinhas.

Isso proporciona tranquilidade aos proprietários, uma vez que possíveis disputas de terras podem ser prevenidas ou solucionadas com base nas informações georreferenciadas.

2. Regularização fundiária

O georreferenciamento é um requisito legal para a regularização de imóveis rurais.

Ao obter o certificado de georreferenciamento, os proprietários podem registrar suas propriedades de acordo com a legislação, obtendo a documentação necessária para comprovar a legalidade e a regularidade do imóvel.

A regularização fundiária por meio do georreferenciamento também contribui para a valorização do imóvel.

O certificado de georreferenciamento confere credibilidade e segurança aos potenciais compradores, uma vez que atesta a legalidade e a precisão das informações sobre a propriedade.

Isso pode resultar em uma valorização do imóvel no mercado, oferecendo melhores oportunidades de negociação e investimento.

3. Financiamentos e créditos rurais

O acesso a financiamentos e créditos rurais é fundamental para o desenvolvimento do setor agrícola, e o georreferenciamento é um requisito essencial nesse processo.

As instituições financeiras geralmente exigem a certificação do imóvel para conceder financiamentos e créditos no setor agrícola.

Portanto, o georreferenciamento se torna um fator determinante para que os proprietários possam obter recursos financeiros para investir em suas propriedades, modernizar infraestruturas, adquirir equipamentos ou expandir suas atividades.

4. Planejamento e gestão eficientes

Fornece informações georreferenciadas detalhadas, que são fundamentais para o planejamento e a gestão eficientes das propriedades.

Com base nessas informações, os proprietários podem:

  • Realizar um melhor planejamento agrícola;
  • Identificar áreas específicas para diferentes cultivos;
  • Analisar a viabilidade de implantação de sistemas de irrigação;
  • Monitorar a evolução da cobertura vegetal;
  • Avaliar a produtividade das diferentes áreas da propriedade.

Além disso, o georreferenciamento auxilia no manejo de recursos naturais, como o controle de áreas de preservação permanente e a definição de áreas de reserva legal, contribuindo para uma gestão mais sustentável e responsável.

5. Preservação ambiental

A preservação ambiental é uma preocupação crescente e o georreferenciamento desempenha um papel importante nesse contexto.

Por meio do georreferenciamento, é possível identificar e delimitar corretamente áreas de preservação permanente, como margens de rios, encostas e topos de morros.

Além disso, é possível estabelecer áreas de reserva legal, que são essenciais para a conservação da biodiversidade.

O georreferenciamento contribui para o monitoramento e a conservação dessas áreas, garantindo que as atividades agrícolas sejam realizadas de forma sustentável, respeitando a legislação ambiental e promovendo a proteção dos ecossistemas e recursos naturais.

Como fazer o georreferenciamento de imóveis rurais?

O georreferenciamento de imóveis rurais é um processo que requer conhecimento técnico e o envolvimento de profissionais especializados, como engenheiros agrimensores, agrônomos ou geógrafos.

Contrate um profissional especializado

Busque um profissional habilitado e com experiência em georreferenciamento de imóveis rurais. Esse profissional será responsável por conduzir todo o processo de levantamento e elaboração dos documentos necessários.

Levantamento de campo

O profissional realizará um levantamento topográfico da área, utilizando equipamentos como GPS, estação total e outros dispositivos de medição.

Esse levantamento consiste na coleta de dados precisos sobre os limites da propriedade, pontos de referência e características geográficas relevantes.

Elaboração da planta e memorial descritivo

Com base nos dados coletados em campo, o profissional elaborará a planta georreferenciada e o memorial descritivo.

A planta é um mapa que representa a propriedade rural, indicando seus limites e características.

O memorial descritivo é um documento técnico que descreve detalhadamente as informações sobre a propriedade, como dimensões, confrontantes, pontos de referência, coordenadas geográficas, entre outros.

Anotação de Responsabilidade Técnica (ART)

O profissional deverá registrar a ART referente ao serviço de georreferenciamento junto ao respectivo conselho profissional. Essa etapa é importante para garantir a responsabilidade técnica sobre o trabalho realizado.

Análise e aprovação pelos órgãos competentes

Os documentos, planta e memorial descritivo devem ser submetidos aos órgãos competentes, como o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) no Brasil, para análise e aprovação.

Cada país pode ter órgãos específicos responsáveis por essa etapa.

Registro do georreferenciamento

Após a aprovação dos órgãos competentes, o georreferenciamento deve ser registrado em cartório de registro de imóveis. Esse registro é fundamental para garantir a segurança jurídica da propriedade e a sua regularização fundiária.

É importante ressaltar que o processo de georreferenciamento pode variar de acordo com a legislação e normas específicas de cada país.

Por isso, é fundamental buscar orientação de profissionais especializados e consultar os órgãos competentes para obter as informações corretas e atualizadas sobre os requisitos e procedimentos para o georreferenciamento de imóveis rurais em sua localidade.

É essencial que os proprietários rurais estejam cientes da importância do georreferenciamento e cumpram com as obrigações legais relacionadas a esse processo.

Somente assim poderão desfrutar de todos os benefícios que o georreferenciamento de imóveis rurais oferece, consolidando suas propriedades de forma regular, segura e produtiva.

Gostou do conteúdo? Continue acompanhando nosso blog e as redes sociais!

Conheça o Clover CRM


Publicado por:
Formada em Comunicação Social Audiovisual, pós-graduada em Linguagens e Processos de Realização para o Cinema e Analista de Conteúdo na Aliare.

Solicite demonstração

Preencha com seus dados e nossa equipe entrará em contato com você para agendar uma demonstração.

FECHAR